Solidez, conhecimento técnico e inovação no setor elétrico.

Nosso objetivo é revolucionar a maneira como as organizações consomem energia.

ENTRE EM CONTATO

Novos caminhos para o setor elétrico

O setor elétrico brasileiro está estruturado para garantir a segurança do suprimento de energia elétrica, promover a inserção social, por meio de programas de universalização do atendimento, e também a modicidade tarifária e de preços.Nos últimos anos, ocorreram algumas mudanças que vieram com o objetivo de diversificar e possibilitar novas formas de geração e fornecimento de energia.

Entenda o modelo vigente

No modelo atual, vigora a indústria de rede, na qual há geradores de energia espalhados pelo país (majoritariamente hidrelétricas), linhas de transmissão e de distribuição (GTD) que são geridas pelo setor público e privado. De modo geral, a geração e comercialização da energia são abertas à livre concorrência, enquanto que a transmissão e distribuição são concedidas em caráter de monopólio natural.

Resoluções da ANEEL e a regulamentação das fontes de energia renováveis

A ANEEL (Agência Nacional de Energia Elétrica) apresentou duas Resoluções, 482/2012 e 687/2015, que deram ao setor mais autonomia na geração de energia e também novas possibilidades. Em resumo, a Resolução 482 foi o marco regulatório que permitiu a autogeração de energia conectada à rede por consumidores que utilizassem fontes renováveis de energia e cogeração (em algumas condições) e, também, a entrega de excedente de energia para a rede de distribuição de sua localidade. Já a Resolução 687 detalha o funcionamento dessa nova estrutura de produção energética.

A partir das Resoluções, abriu-se espaço para a Geração Distribuída, modelo de produção energética na qual o consumidor final é responsável pela geração de energia com o objetivo de usá-la. O consumo pode ser:

Direto: a energia é produzida diretamente no local onde será utilizada; 

Por autoconsumo remoto: a energia é produzida em uma fazenda solar, usina biogás ou outro gerador para uso do consumidor final (empresa única ou várias registradas sob o mesmo CNPJ), é captada pela rede distribuidora que, por meio do sistema de compensação, abastece a(s) unidade(s) consumidora(s) e transforma o excedente em crédito.

Essas novas medidas dinamizam o setor e favorecem o aumento na produção de energia no país, além de incentivar que novas matrizes sejam usadas.

Geração Distribuída (GD): uma oportunidade para reduzir custos

conheça a WTS

Muito mais que oferecer aos clientes uma alternativa limpa, acessível e que reduza os custos na área em até 30%, investimos, locamos, operamos e mantemos as plantas de energia renovável durante todo o prazo contratual nos segmentos de geração distribuída e centralizada. Também definimos a engenharia financeira, o modelo do negócio e a competitividade por fonte.

Fazemos parte desta holding brasileira, com mais de 30 anos no mercado e que investe em empresas nos segmentos de agronegócio, mercado imobiliário, seguros, serviços, setor energético e novos negócios. Apoiados nos preceitos do profissionalismo, empreendedorismo e inovação, além dos princípios e valores éticos para gerar excelência em seus resultados e construir seu legado, o Grupo traz a robustez e conhecimento necessários para tornar nossa empresa ainda mais forte.

somos Grupo Rezek

A WTS tem como foco o investimento, construção e operação de usinas de geração de energia a partir de fontes renováveis como, por exemplo, solar fotovoltaica e biogás. Esse modelo da WTS permite que os seus clientes compensem seu consumo de energia com o resultado da geração realizada nas usinas da WTS.

Com esses ativos, a empresa atende clientes em: Baixa, Média e Alta Tensão, nas modalidades de contratação em:

Nossas soluções

Geração Distribuída (a comercialização é concretizada por meio de contratos bilaterais de aluguel de equipamentos, aluguel de terras e O&M); 


Mercado Livre (contratos bilaterais de Compra e Venda de energia elétrica – Power Purchase Agreements - PPAs);


Autoprodução (com participação do cliente na Sociedade de Propósito Específico – sociedade para compartilhamento do ativo de geração).

Equipe

Com uma equipe com mais de 20 anos de experiência em produção de energia fotovoltaica e capacidade financeira e técnica para execução de diferentes projetos da área, a WTS é pioneira na implementação da geração distribuída (GD) nas corporações.

Conselho

ANDRÉ LAPORT

Conselheiro

RICARDO VALENTE

Conselheiro

executivos core team

LUIZ SERRANO

Diretor de Novos Negócios e Estratégia

CARLOS DELPUPO

Diretor de Operações e Engenharia

JAMES RIBEIRO

Coordenador de Engenharia e Conexão

JOSÉ R. L. REZEK

CEO

Quer participar dessa revolução do mercado de energia?

preencha o formulário abaixo:

ENVIAR

WTS We Bring Sunlight © 2018 Todos os direitos reservados

Conheça as redes sociais:

Conheça mais sobre o Grupo

Nossos clientes não precisam mobilizar recursos humanos ou financeiros para atender a demanda do serviço e podem concentrar seus esforços para as áreas estratégicas de seus negócios.

SETOR ELÉTRICOWTSSOLUÇÕESEQUIPE

A geração distribuída no Brasil tem como base o modelo de net metering, no qual o consumidor gerador, após descontado o seu próprio consumo, recebe um crédito na sua conta pelo saldo positivo de energia gerada e inserida na rede. A rede elétrica disponível é utilizada como backup quando a energia gerada localmente não é suficiente.

Antes da nova resolução normativa da ANEEL N°687, os donos dos sistemas fotovoltaicos só podiam compensar os créditos de energia excedente em locais com o mesmo CPF ou CNPJ. Com a modernização da resolução, é possível transferir créditos de energia para compensar em outras unidades consumidoras com CPF ou CNPJ diferentes.

Geração Distribuída no Brasil

Geração Distribuída no Brasil

Mercado Livre ou Ambiente de Contratação Livre (ACL)

É o ambiente de contratação de energia elétrica no qual o papel do consumidor é ATIVO, ou seja, ele tem oportunidade de escolher de quem comprar energia a fim de buscar melhores condições de preço, prazo, volume e indexador, conforme sua necessidade, com isso, a energia elétrica é tratada como mais um insumo do processo produtivo / operacional.

Mercado Cativo ou Ambiente de Contratação Regulada (ACR)

É o ambiente de contratação de energia elétrica no qual o papel do consumidor é TOTALMENTE PASSIVO, ou seja, a energia é fornecida exclusivamente pela distribuidora local, com preço e demais condições de fornecimento regulados pela Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL)

O Mercado Livre de Energia Elétrica

Os clientes atendidos com a energia gerada por nossas usinas são oriundos de diferentes segmentos de negócio, tais como:

telecomunicações  |  serviços financeiros  |  varejo.

Locais onde a WTS possui usinas:

modelos de contratação

As opções de contratação em Geração Distribuída com a WTS são as seguintes:

Contratação a preço fixo

Contratação a preço variável

 (com acompanhamento da tarifa de energia):

Serviços

A WTS presta todo o serviço de gestão para seus clientes, tendo hoje mais de 12.000 unidades consumidoras em portfólio.

Nos serviços de Gestão do Consumidor e Contratação, a WTS faz uso de software especializado que permite alta eficiência na identificação de oportunidades de redução de custos para os clientes, ao passo que garante a qualidade das informações alocadas em sua plataforma de gestão.

Para seus clientes, a WTS realiza os seguintes serviços:

Gestão de Contratação

Preparação, adequação e gestão migração para o Mercado Livre;

Gestão de Consumidor

Suporte regulatório (análise da legislação, resoluções e regras que regulamentam o setor elétrico), além de acompanhamento das informações do setor elétrico que impactam o cliente;

Relacionamento e representação junto às Distribuidoras de Energia;

Relacionamento e representação junto à Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE);

Monitoramento e gestão regulatória;

Inteligência tarifária e projeção de preços.

SERVIÇOS

JOSÉ RICARDO REZEK

Presidente do conselho

Fix the following errors:
Hide